Instituto Stela O Instituto Stela é uma organização privada sem fins econômicos dedicada à pesquisa, ao desenvolvimento e à inovação de soluções em engenharia e gestão estratégica de informação e conhecimento.

Os nossos clientes são instituições públicas e privadas, e também entidades do terceiro setor.
Com gênese universitária, o Stela iniciou sua trajetória em 1994. De lá para cá, teve participações importantes em âmbito brasileiro, principalmente na concepção e no desenvolvimento de projetos de governo eletrônico, nas áreas de ciência, tecnologia e inovação (MCTI), meio ambiente (MMA), licenciamento ambiental (ANP), saúde (OPAS), vigilância sanitária (ANVISA), educação superior (INEP), entre outras.

É mundialmente conhecido pelo desenvolvimento da Plataforma Lattes do CNPq, uma das maiores bases de registro da atividade científica em nosso país. Como organização sem fins econômicos, o Instituto Stela aplica todos os excedentes de caixa na própria organização. Assim, investimos no desenvolvimento pessoal e acadêmico de nossos colaboradores e na promoção de eventos científicos e tecnológicos.
Com o objetivo de atender o nosso cliente com cada vez mais eficiência e qualidade, pesquisamos continuamente tecnologias inovadoras para desenvolver novos produtos, sempre com foco no mercado.

Missão

Transformar dados em conhecimento.

Visão

Ser um instituto privado em inovação de excelência, com reconhecimento internacional.

Valores

Cooperação
Comprometimento
Equidade
Inovação
Integridade

Metodologia para Plataformas e-Governança

Arquitetura própria
Com uma forte atuação no âmbito de governo eletrônico, o Instituto Stela concebeu uma arquitetura conceitual própria para os projetos de sistemas de informação e de gestão do conhecimento que desenvolve. Essa arquitetura incorpora o resultado de pesquisas realizadas por nossos colaboradores nas áreas de interoperabilidade, ontologias, inteligência de negócio e, principalmente, engenharia do conhecimento.

Esse conjunto de áreas atuantes na arquitetura permite, de um lado, gerar informações e conhecimentos dos quais o governo necessita e, de outro, empregar meios para transformar esses recursos em fontes de conhecimento para toda a sociedade.

Interesse dos atores envolvidos
A arquitetura conceitual para plataformas de governo eletrônico do Instituto Stela leva em consideração os interesses de todos os envolvidos na busca da solução requerida. A aplicação dessa arquitetura permite equacionar a falta de integração e a baixa qualidade das informações em iniciativas governamentais na área de gestão da informação.

Como a arquitetura está estruturada
Concebida em camadas, a arquitetura e-gov foi desenvolvida seguindo uma estrutura piramidal. A camada-base, Unidades de Informação, trata da construção de esquemas que possibilitam aos futuros sistemas aplicativos o compartilhamento da informação comum.
A camada seguinte cuida da construção de repositórios e sistemas para captura, tratamento e armazenagem da informação, respeitando o que tiver sido definido na primeira camada. Na terceira camada, estão os instrumentos de apresentação de informações na Web, com serviços de busca e atualização dinâmica da informação. A camada-topo da pirâmide contém sistemas de conhecimento projetados para gerar novos conhecimentos a partir das unidades de informação, de sistemas de informação e de portais Web.

Engenharia do Conhecimento

Seja em uma organização pública ou privada, hoje se compreende com maior clareza a importância do conhecimento como um ponto estratégico para os negócios. Assim, a aplicação de conceitos, métodos e ferramentas fornecidos pela Engenharia do Conhecimento (EC) tornaram-se essenciais para gerir adequadamente os recursos de conhecimento.

A Engenharia do Conhecimento provê métodos e ferramentas para obter dados, informações e conhecimentos e organizá-los de modo que sejam fornecidos conhecimentos relevantes para encaminhar as estratégias de uma organização. Além disso, apoia a identificação de problemas e oportunidades nesses processos de obtenção, criação, organização e uso de conhecimentos. Assim, a EC fornece instrumentos para gerir o conhecimento, resultando em informações estratégicas capazes de beneficiar a tomada de decisões e, assim, o rumo das organizações.
Embora tenha foco no problema, por meio da identificação das características, das tarefas, dos processos e das pessoas da organização, a EC busca compreender o contexto da questão a ser resolvida para que seja possível tomar as melhores decisões, visando ao interesse da organização.

2015 Instituto Stela | contato@stela.org.br